45 dias após estrear, VINGADORES – ERA DE ULTRON assume topo da bilheteria no Brasil

Ultron (Vingadores 2)

Vingadores 2 – Era de Ultron apresenta inegavelmente números grandiosos de bilheteria em todo mundo, mas o desempenho do filme está aquém do que a própria Marvel Studios esperava. O longa lidera a bilheteria nos EUA esse ano, mas seu faturamento está sendo 30% abaixo do filme original de 2012 – e aqui no Brasil acontece algo parecido.

Considerando os números fechados até o último feriado prolongado de Corpus Christi (sétimo fim-de-semana de exibição do filme), somente agora Vingadores 2 conseguiu ultrapassar Velozes e Furiosos 7 e assumir a liderança da bilheteria brasileira, com renda de R$ 144 milhões e público bem próximo aos 10 milhões de espectadores (barreira que deve ser superada durante essa semana). É claro que não é pouco, mas estamos falando de um milhão de espectadores a menos do que o filme original de 2012 conseguiu levar aos cinemas do Brasil – apesar do faturamento em R$ ser cerca de 10% maior.

Vingadores 2 - Era de Ultron

Prova desses números um tanto quanto abaixo do esperado é que, ao contrário dos mercados de Brasil e EUA, em termos mundiais Velozes e Furiosos 7 ainda resiste no topo da bilheteria com cerca de 150 milhões de dólares de vantagem e, a julgar pelos números de bilheterias das últimas semanas, a tendência é que essa situação não se altere e o filme da Marvel tenha que amargar um resultado bem abaixo dos 2 bilhões de dólares que o estúdio previa e pretendia faturar em todo o planeta.

De qualquer maneira, os dois filmes vem tendo um desempenho muito bom na bilheteria brasileira e já ocupam a 9ª e a 10ª posições no ranking nacional em todos os tempos, onde o primeiro Vingadores, lançado em 2012, é o 4º colocado com quase 11 milhões de espectadores.

Hulk e Hulkbuster

 

Leia a crítica e assista os trailers e clipes de VINGADORES 2 – ERA DE ULTRON

 



Assista abaixo nosso videocast analisando VINGADORES 2:

VINGADORES 2 - ERA DE ULTRON - casal CINEMAIMERI analisa!

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário