“Tropa de Elite” surpreende e ganha Urso de Ouro de Melhor Filme no Festival de Berlim

58º Festival de Cinema de Berlim

Este sábado certamente é um dos dias mais importantes da história do cinema brasileiro. O longa-metragem Tropa de Elite, do diretor José Padilha, foi premiado hoje no 58º Festival de Cinema de Berlim com o Urso de Ouro de Melhor Filme, durante a cerimônia de encerramento da Berlinale. Esta é a segunda vez que um filme brasileiro ganha o Urso de Ouro, prêmio máximo desse festival que, ao lado de Veneza e Cannes, forma a trinca de festivais de cinema mais importantes do mundo. A outra vez foi em 1998, com Central do Brasil, do diretor Walter Salles, ocasião em que a atriz Fernanda Montenegro, protagonista do filme, também foi premiada com o Urso de Prata de Melhor Atriz pelo papel de Dora, que escrevia cartas para analfabetos.

José PadilhaA conquista brasileira de hoje pode ser considerada uma surpresa, já que os favoritos eram outros dois filmes: a produção norte-americana Sangue Negro, do diretor americano Paul Thomas Anderson (indicado a 8 Oscars nesse ano), e o britânico Happy-Go-Lucky, do diretor Mike Leigh, que foi o filme mais aplaudido durante o festival.

Ao subir ao palco do Berlinale Palast para receber o troféu, junto com o produtor do filme, Marcos Prado, Padilha foi muito aplaudido pelos 1.600 convidados presentes na premiação. O filme, primeiro longa-metragem de ficção de Padilha, é baseado no livro Elite da Tropa, que narra cenas de violência e corrupção policial no Rio de Janeiro. “É difícil expressar sentimentos em qualquer língua. Costa-Gavras é um herói para todos na América Latina, por todos os filmes que fez”, disse o diretor brasileiro ao receber o prêmio das mãos do presidente do júri, o politizado diretor franco-grego, de 75 anos de idade.

 

Diretor Paul Thomas Anderson ganhou o Urso de Prata

Tropa de Elite concorria na mostra competitiva com outros 20 filmes, e a sua receptividade na crítica especializada durante o festival foi dúbia. Gerou críticas pelo excesso de belicismo e pelo tom supostamente fascista, e elogios, sendo até chamado de “o novo Cidade de Deus“. O filme brasileiro ainda teve que superar problemas técnicos durante o festival. O longa foi exibido com som original em português e legendas em alemão – o normal seriam legendas em inglês. Por causa disso, os jurados e o presidente do júri, o cineasta grego Constantin Costa-Gavras, tiveram que usar fones de ouvido, com narração em voz feminina.

58º Festival de Cinema de BerlimO 58º Festival de Cinema de Berlim concedeu o Urso de Prata deste ano para o documentário Standard Operating Procedure, do diretor Errol Morris, que fala sobre as torturas a presos iraquianos em Abu Ghraib. Já Paul Thomas Anderson ganhou o Urso de Prata de melhor diretor por Sangue Negro, que era apontado como um dos favoritos ao prêmio máximo do festival – e é um dos favoritos ao Oscar 2008 no próximo dia 24, em que concorre em 8 categorias, inclusive Melhor Filme.

Tropa de Elite não teve a chance de disputar o Oscar 2008 por decisão do Ministério da Cultura, que preferiu indicar O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias para concorrer ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro. O filme dirigido por Cao Hamburger, no entanto, não ficou entre os cinco pré-selecionados pela Academia de Hollywood.

 

Tropa de Elite agora mira mercado dos EUA e, quem sabe, o Oscar

Elite Squad movie posterPorém, os distribuidores de Tropa de Elite podem adotar estratégia similar à feita por Cidade de Deus, do diretor Fernando Meirelles, quando de seu lançamento no mercado norte-americano. O filme foi lançado em 2002 no Brasil, e ficou de fora da categoria de Oscar de filme estrangeiro naquele ano, mas somente foi lançado no ano seguinte nos cinemas dos EUA, e com isso pôde concorrer a 4 categorias principais no Oscar 2003 (diretor, fotografia, roteiro adaptado e montagem).

Assim como acontece hoje com Tropa de Elite, o filme de Fernando Meirelles era distribuído pela Miramax, do poderoso executivo Harvey Weinstein, considerado um especialista em emplacar indicações no Oscar – e que tem grande conhecimento do funcionamento interno da indústria de Hollywood. O filme de José Padilha deverá estrear nos EUA em um circuito mais amplo de cinemas entre o final de março e o começo de abril com o nome Elite Squad e, a depender da repercussão, sua carreira poderá receber um impulso ainda maior, principalmente após a grande conquista obtida no dia de hoje na Berlinale, quem sabe credenciando o filme para concorrer em algumas categorias principais no Oscar do ano que vem.

 


 

Festival de Berlim 2008Confira os principais ganhadores do 58º Festival de Cinema de Berlim:

– Melhor Filme (Urso de Ouro): Tropa de Elite, de José Padilha

– Prêmio Especial do Júri (Urso de Prata): Standard Operating Procedure, de Errol Morris

– Melhor Diretor (Urso de Prata): Paul Thomas Anderson (Sangue Negro)

– Melhor Contribuição Artística: Jonny Greenwood, pela trilha sonora de Sangue Negro

– Melhor Roteiro (Urso de Prata): Wang Xiaoshuai (In Love We Trust)

– Melhor Ator (Urso de Prata): Reza Najie (Avaze Gonjeshk-ha)

– Melhor Atriz (Urso de Prata): Sally Hawkins (Happy-Go-Lucky)

 

1 Comentário

  1. adorei esse filme, realista até demais…críticas hipócritas devem ser respeitadas…e quem sabe, o Ministério da Cultura repense suas atitudes e deixe de ser hipócrita também…se arrependimento matasse…PARABÉNS!!!

Deixe seu comentário