Mais um filme de fantasia adaptado de obra literária juvenil estréia nos cinemas

Os Seis Signos da luz

Os seis signos da luz
(The Seeker: The Dark is Rising)
(Aventura, EUA, 2007. Direção de David Cunningham. Com Alexander Ludwig, Frances Conroy, Christopher Eccleston e Merriman Lyon. Duração 01h34min.)

Apenas três semanas depois da estréia de A Bússola de Ouro, uma nova produção de fantasia infanto-juvenil estréia nos cinemas brasileiros. Os seis signos da luz traz as aventuras de Will Stanton (Alexander Ludwig). Nascido nos EUA, Will é o sétimo filho de um sétimo filho e, junto com seus pais e irmãos, acaba de se mudar para a Inglaterra. A família Stanton está, na verdade, voltando para casa, já que naquela cidadezinha um de seus ancestrais fez parte de uma sociedade que decretou a vitória dos guerreiros da Luz sobre os soldados da Escuridão séculos atrás. O que ele não sabia é que o lado negro estava ganhando novos poderes e agora cabe a ele liderar a nova batalha entre o bem e o mal.

Os Seis Signos da luz
O ator Alexander Ludwig

Will não demora muito a aceitar que tem algo de especial dentro de si. Ele é um guerreiro que deverá lutar numa batalha entre a Luz e as Trevas. Essa notícia chega até ele no dia de seu aniversário, junto com uma série de acontecimentos estranhos. Ao lado dos Antigos – é assim que são chamados os cavaleiros mais velhos – Will deverá enfrentar o Cavaleiro (Christopher Eccleston, de Os Outros), aceitar a si mesmo com um dos Antigos e aprender a lidar com seus poderes.

Roteiro é baseado em obra de fantasia da década de 1970

Aqui, ao contrário da superprodução A Bússola de Ouro, permite-se um tempo melhor para se apresentar os personagens. A narrativa desenvolve-se num ritmo razoável e criaturas estranhas e mundos mágicos não surgem “do nada”. ao acaso. O roteiro é baseado em um livro da inglesa Susan Cooper, lançado originalmente na década de 1970. O filme faz questão, inclusive, de não evitar os conceitos básicos da dualidade “bem contra o mal”, da luz contra as trevas.

A direção de arte e os efeitos especiais são competentes, mas a direção de atores feita pelo jovem diretor David Cunningham poderia ser melhor executada. O longa estreou nos EUA no início de outubro e desde então arrecadou modestos US$ 30 milhões em todo o mundo.

 

Assista o trailer de OS SEIS SIGNOS DA LUZ (legendado):

Os Seis Signos da Luz - Trailer Legendado

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário