Mel Gibson intimida sequestradores de seu filho no ótimo O PREÇO DE UM RESGATE

O Preço de um Resgate

Ransom movie posterO PREÇO DE UM RESGATE (Ransom). EUA, Suspense / Drama / Ação, 1996. Duração 02h01min. Direção: Ron Howard. Com Mel Gibson, Gary Sinise, Renee Russo, Liev Schreiber, Delroy Lindo, Lilly Taylor.

Filme que mescla drama com muita ação e alta dose de tensão e suspense. Tom Mullen é um magnata do mundo dos negócios, vivido por Mel Gibson. Dono de uma companhia de aviação, ele e a esposa (Renee Russo) entram em pânico ao saberem que seu filho foi sequestrado e que, para libertá-lo, precisa pagar um resgate de 2 milhões de dólares. Incentivado por sua esposa e pelos agentes do FBI, Tom providencia o dinheiro e se prepara para fazer o pagamento, mas a entrega do resgate dá errado e seu filho não é libertado.

Mullen então percebe que mesmo que pague o resgate, seu filho será morto pelos sequestradores da mesma forma. Então, numa atitude arriscada e ao mesmo tempo bastante ousada, resolve ir à TV em rede nacional e promete os mesmos US$ 2 milhões do resgate para quem liquidar os bandidos e encontrar o garoto. Obviamente, esse tipo de atitude vai criar um bocado de complicação para todos os envolvidos, e as consequências serão imprevisíveis.

Mel Gibson (O Preço de um Resgate)

Gary Sinise faz um vilão de arrepiar

O filme é dirigido pelo ótimo Ron Howard (de “Apollo 13″ e “O Código Da Vinci”). Além da boa atuação de Gibson, temos o excelente Gary Sinise (“Olhos de Serpente”) fazendo o papel do sequestrador que vai perdendo o controle da situação, à medida que seus objetivos não são alcançados. Em 1996, quando chegou aos cinemas, Ransom faturou cerca de US$ 310 milhões na bilheteria mundial.

Filme eletrizante, cheio de reviravoltas e com alto nível de tensão até o último instante – mesmo quando se acredita que a estória já chegou ao seu “final feliz”. Filmaço, altamente recomendado.

Nota CINEMAIMERI – 9.0 – ****

 

Assista o trailer original de O PREÇO DE UM RESGATE (sem legendas):

Ransom Trailer HQ (1996)

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário