“O Conde de Monte Cristo”: a clássica estória de vingança de Alexandre Dumas

O Conde de Monte Cristo

O Conde de Monte Cristo (poster)O CONDE DE MONTE CRISTO (The Count of Monte Cristo). EUA / Inglaterra, 2002, 02h11min. Direção: Kevin Reynolds. Com Guy Pearce, James Caviezel, Richard Harris e Henry Cavill.

A obra clássica do escritor  Alexandre Dumas (que também escreveu Os Três Mosqueteiros) tem nesse filme talvez sua melhor adaptação para o cinema. Essa versão é dirigida por Kevin Reynolds, que já havia feito outra boa aventura ao estilo capa-e-espada, Robin Hood e o Príncipe dos Ladrões, em 1991.

James Caviezel (“A Paixão de Cristo”) e Guy Pearce (“Amnésia”) são dois grandes amigos, Edmond Dantes (Caviezel) e Fernand (Pearce). Só que este último não consegue mais suportar a inveja que possui de Dantes, por este possuir uma belíssima mulher (Dagmara Dominczyk). Homem influente junto aos poderosos, Fernand consegue fazer que Dantes seja acusado de traição e assassinato, indo parar em uma prisão isolada do mundo, em uma ilha.

Ao longo dos anos em que fica preso em um pequeno quarto de pedra de poucos metros quadrados, Dantes vai perdendo gradativamente a fé em Deus. Até que um dia ele encontra um abade católico que também estava preso e tinha um plano de fuga. Será sua oportunidade para escapar da prisão e buscar sua vingança contra Fernand e sua ex-esposa – que se casou com o ex-amigo.

A fotografia de época é linda, com mansões luxuosas e um figurino impecável. Guy Pearce passa muita emoção a Fernand, mas o papel principal, claro, é de Jim Caviezel, que interpreta o Conde. As melhores sequências do personagem são, sem dúvida, as que retratam seu sofrimento no cárcere da prisão de pedra. O Conde de Monte Cristo pode não ser uma obra-prima, mas com certeza diverte em nível bem acima da média dos filmes atuais.

 

Assista o trailer original de O CONDE DE MONTE CRISTO (legendado):

O conde de Monte Cristo trailer legendado pt br

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário