Ator ROY SCHEIDER, de “Tubarão” e “All that Jazz”, morre aos 75 anos nos EUA

Roy Scheider

Morreu no último domingo, em um hospital no estado do Arkansas (EUA), o ator Roy Scheider. Os médicos não especificaram a causa de sua morte. Scheider foi indicado duas vezes ao Oscar: a primeira foi na categoria Melhor Ator Coadjuvante, por Operação França (filme policial de 1971, dirigido por William Friedkin). A outra indicação foi na categoria de Melhor Ator, por All That Jazz – O Show Deve Continuar (musical de 1979 dirigido por Bob Fosse).

Roy ScheiderA carreira de Roy Scheider como ator começou na década de 1960, quando fez alguns poucos filmes conhecidos. Deslanchou no início dos anos 1970, com a indicação ao Oscar por Operação França, em 1971, além de ter feito outros filmes policiais. Mas ele ficou mesmo famoso ao interpretar o chefe de polícia Martin Brody no clássico Tubarão, de Steven Spielberg, em 1975. Três anos mais tarde, interpretou o mesmo personagem na sequência Tubarão 2, dirigida por Jeannot Szwarc.

O ator também atuou em vários projetos independentes, dentre os quais se destaca o filme Maratona da Morte (1976), de John Schlesinger, no qual encarnava um agente da CIA, irmão do personagem de Dustin Hoffman. Outro filme em que atuou dirigido por William Friedkin foi Comboio do Medo, em 1977. Participou também de outros filmes populares anos mais tarde, como 2010 – o ano em que faremos contato (1984), e A Casa da Rússia (1990), desta vez ao lado de Sean Connery e Michelle Pfeiffer.

Em seus últimos anos de vida, participou ativamente de manifestações contra a intervenção militar dos EUA no Iraque. Roy Richard Scheider tinha 75 anos de idade e deixa a esposa viúva e 3 filhos.

 


Assista o trailer de TUBARÃO 2 (Jaws 2), de 1978, com Roy Scheider:

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário