Morre ator e dançarino PATRICK SWAYZE, dos sucessos “Ghost” e “Dirty Dancing”

Patrick Swayze

Patrick Swayze, que estrelou sucessos como “Dirty Dancing – Ritmo Quente” (1987, de Emile Ardolino) e “Ghost – Do outro lado da vida” (1990, de Jerry Zucker), morreu ontem nos EUA. O ator, dançarino, cantor e compositor texano tinha 57 anos de idade e sofria de câncer de pâncreas, doença que foi diagnosticada há cerca de um ano e meio atrás. A morte foi confirmada pelo seu médico, George Fisher, que informou que o ator estava ao lado da família.

Durante seu tratamento oncológico, tablóides sensacionalistas noticiaram que o ator sofria com o alcoolismo e chegou a fumar 3 maços de cigarro por dia. Tais hábitos foram apontados como as prováveis causas do desenvolvimento de tumores no pâncreas, que nas últimas semanas criaram metástase para o fígado. Seu corpo deve ser cremado e suas cinzas, dispersas no rancho da família, localizado no Novo México (EUA).

30 anos de carreira e mais de 30 filmes

Patrick SwayzePatrick Swayze foi um dos galãs mais desejados do cinema no final dos anos 1980. A revista People o elegeu o “Homem mais sexy do mundo” em 1991. O ator foi indicado três vezes ao Globo de Ouro. A primeira vez foi por um dos seus papéis mais conhecidos – o professor de dança Johnny Castle em “Dirty Dancing – Ritmo Quente” (1987). A categoria era Melhor Ator em Comédia ou Musical – a mesma de sua segunda indicação, dessa vez por outro mega-sucesso, “Ghost – Do Outro lado da vida” (1990) – ocasião em que contracenou com a atriz Demi Moore.

A terceira indicação ao Globo de Ouro veio em 1995, na mesma categoria, pelo filme “Para Wong Foo, obrigado por tudo” (de Beeban Keedron). No total, Swayze participou de mais de 30 filmes em 3 décadas de carreira, com destaque também para “Vidas sem Rumo” (1983, de Francis Ford Coppola), “Caçadores de Emoção” (1991, de Kathryn Bigelow) e “Os Três Desejos” (1995, de Martha Coolidge).

Patrick Wayne Swayze era casado com sua namorada da adolescência, Lisa Niemi, desde 1975 – uma proeza nos dias atuais em Hollywood. O casal não tinha filhos, e Swayze deixa em luto 4 irmãos. Segundo a literatura médica, o câncer de pâncreas é uma das formas mais letais da doença, e apenas um em cada dez pacientes vive mais de cinco anos após seu diagnóstico. No caso de Swayze, foram precisamente 18 meses.

 

Assista a cena clássica de Dirty Dancing – Ritmo Quente (1987), com Patrick Swayze e Jennifer Grey dançando ao som de “(I’ve had) The Time of my Life”, de Bill Medley e Jennifer Warnes:

Dirty Dancing - Time of my Life (Final Dance) - High Quality

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário