Coronavírus lembra trama de “Missão: Impossível 2”, dirigido pelo chinês John Woo

Missão: Impossível 2

Missão: Impossível 2MISSÃO: IMPOSSÍVEL 2 (Mission: Impossible 2). Ação, 2000. Direção de John Woo. Com Tom Cruise, Dougray Scott, Thandie Newton e Ving Rhames. Duração 02h03min.

Essa segunda aventura do agente Ethan Hunt (Tom Cruise, que também é produtor do filme) chegou aos cinemas na virada do milênio, no ano 2000. Com uma trama que remete um pouco a atual pandemia de Coronavírus, aqui Hunt é encarregado de destruir um vírus mortal que caiu nas mãos de um ex-agente de sua organização.

Um outro aspecto curioso dessa sequência em relação aos tempos atuais é seu diretor. O chinês John Woo fazia muito sucesso na época em Hollywood, porém não há como negar que este não é um de seus melhores trabalhos. O filme tem muita ação, cenas de perseguições, coreografias de luta – todas marcas registradas do diretor – mas há consenso entre os fãs que este é o mais fraco dos 6 filmes da franquia até aqui.

Missão: Impossível 2

Roteiro fraco é apenas pretexto para as cenas de ação

Isso se explica por duas razões. Em primeiro lugar, esta parte II se diferencia diametralmente do original de 4 anos antes. Parece tratar-se não de uma sequência, mas de outro filme completamente diferente. Não se nota uma continuidade, uma coerência de atitudes dos personagens e do estilo de ser de um filme para o outro. Certamente isso também ocorre porque Brian de Palma, diretor do primeiro filme, e John Woo são realmente de estilos completamente distintos.

mission_impossible_2Em segundo lugar, o próprio John Woo dá uma certa pisada na bola, e aqui se acomoda demais, fazendo apenas mais do mesmo. Talvez seu maior sucesso como diretor, A outra face (1997) foi excelente por trazer coisas novas e inovadoras. Mas nesse MI-II John Woo novamente vem com a fórmula “motos a 200 km por hora + tiros com a galera saltando e deslizando pelos corredores + tecnologia à toda prova”. E isso cansa rápido e fica bobo quando é gratuito, sem acrescentar nada de conteúdo ao filme, como acontece aqui. Por vezes assistimos as cenas e elas parecem idênticas às de outros filmes de John Woo.

O original de 1996 tem um roteiro bem mais elaborado e tem mais personagens, que acrescentam algo à estória, sem descuidar de empolgantes e muito bem dirigidas cenas de ação. Já aqui em Missão: Impossível 2, Tom Cruise certamente teve boas intenções e quis acertar, mas a estória chega a ser simplória, de tão raso que é o roteiro. Isso sem falar nas fraquíssimas atuações de Thandie Newton (par romântico de Cruise) e do vilão “bundão” feito por Dougray Scott. Até mesmo a clássica trilha sonora original sofreu algumas intervenções que literalmente não soaram tão bem assim, feitas por Hans Zimmer.

Ah!, e antes que vocês perguntem: Sim, a cena com as pombas, característica dos filmes de John Woo, está no filme, podem ficar tranquilos!

Nota CINEMAIMERI – 7.0 ***

 

Veja abaixo o trailer original de MISSÃO: IMPOSSÍVEL 2
(em inglês – sem legendas)

Mission: Impossible II (2000) Trailer #1 | Movieclips Classic Trailers

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário