“MAD MAX 3 – Além da Cúpula do Trovão” frustra e decepciona os fãs de road movies

Mad Max 3

Mad Max Beyond the Thunderdhome, EUA, 1985. Duração 01h47min. Direção: George Miller. Com Mel Gibson e Tina Turner.

Quatro anos após o segundo filme, o diretor George Miller e o astro Mel Gibson se reuniram novamente para filmar este “Mad Max 3”. Gibson só aceitou fazer o filme porque ganhou um caminhão de dinheiro, e a cantora pop Tina Turner faz uma das protagonistas. No entanto, tudo é ridículo, a estória descamba para as brigas entre tribos – e não mais gangues motorizadas, como nos dois filmes anteriores – o que descaracterizou completamente o filme.

Vejam só quanta baboseira: após a quase extinção da raça humana (de novo), Max Rockatansky (Gibson) chega a uma cidade no meio do deserto, com regras primitivas, comandada pela personagem de Tina Turner. Lá, Max luta contra um poderoso inimigo, mas se recusa a matá-lo, o que ocasiona sua expulsão para o deserto. É onde conhece um jovem grupo selvagem que passa a considerá-lo um messias (!!). Ou seja, nada a ver com as perseguições rodoviárias dos dois primeiros filmes; tudo que temos aqui é um clima psicodélico misturado com uma bagunça generalizada.

Se você gosta de filmes onde nada tem a ver com nada e é fãzaço de carteirinha da cantora Tina Turner, então talvez goste de “Mad Max 3 – Além da Cúpula do Trovão”. Caso contrário, deseje ver um bom filme de road-movie, alugue Mad Max ou Mad Max 2 e fará uma escolha muito melhor.


Nota CINEMAIMERI – 4.5 – **


Ouça a canção-tema do filme, “We Don’t need another hero”, com Tina Turner:

Veja abaixo o trailer original do filme (em inglês):

Mad Max Beyond Thunderdome (1985) Official Trailer - Mel Gibson Post-Apocalypse Movie HD

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário