JESSABELLE é terror de baixo orçamento que deve agradar os fãs do gênero

jessabelle_poster1JESSABELLE – O PASSADO NUNCA MORRE
(Jessabelle)

Direção de Kevin Greutert.

EUA, Terror, 2015. Duração 01h30min. Com Sarah Snook, Mark Webber, Joelle Carter, David Andrews, Anna de la Reguera, Amber Stevens, Chris Ellis, Vaughn Wilson, Brian Hallisay. Classificação: 14 anos.

A trama do filme de terror da vez, que estréia nesse fim-de-semana (18 a 21/jun) em 200 salas de cinema brasileiras, nos apresenta Jessie (Sarah Snook, de “O Predestinado“), uma mulher grávida que está se mudando com o marido para outra cidade, mas que fica viúva durante a viagem ao sofrer um terrível acidente que a deixa sozinha num hospital, imobilizada numa cadeira de rodas, sem ter para onde ir.

Quem a ajuda é o pai, que ela não vê desde criança (quando a mãe morreu de câncer, o pai a deu para adoção) e que a leva para a cidade onde ele mora, na Louisiana – a mesma casa em que ela passou toda a sua infância. Lá, porém, uma entidade maligna começa a atormentá-la, e com a ajuda de um antigo namorado (Mark Webber, de “Scott Pilgrim contra o mundo”) ela descobre uma caixa com vários vídeos de seu passado, que podem ser a resposta para todas as tragédias que a cercam.

Não há muito além disso a dizer sobre este filme, a não ser que deve agradar os menos exigentes, principalmente aqueles que gostam de filmes de terror sobrenatural. Prejudicado pelo baixo orçamento (claramente notado, sobretudo pela pobreza na direção de arte), o resultado final é bastante adequado – apesar de relativamente previsível – e o filme consegue manter o interesse do espectador desde o começo. Conhecido mais pela atuação anterior como Montador, o diretor do longa é Kevin Greutert, que também dirigiu os dois últimos filmes da franquia Jogos Mortais antes de assinar para a LionsGate este Jessabelle. Indicado somente para fãs do gênero.

 


VEJA ABAIXO O TRAILER DO FILME “JESSABELLE”

 

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=kCLCSDmDsMU&w=560&h=315]

2 Comentários

Deixe seu comentário