Novo filme de Neil Blomkamp, Chappie mistura conto-de-fadas, ficção científica e Robocop

chappie_posterCHAPPIE

Direção de Neill Blomkamp

EUA, Ficção, 2015, 02h00. Com Hugh Jackman, Sigourney Weaver, Dev Patel e Sharlto Copley. Classificação: 16 anos.

Chappie é o terceiro longa-metragem do diretor sul-africano Neill Blomkamp, que utiliza aqui muitas características que o ajudaram a fazer o sucesso de seu primeiro filme, Distrito 9, como por exemplo a quase idêntica repetição da fotografia ambientada nos bairros pobres da capital sul-africana Joanesburgo, com todo o cenário desolador composto por favelas, indústrias desativadas e prédios inacabados.

Em um futuro não muito distante, permeado por violência extrema, os governantes decidem substituir os seus policiais humanos por uma frota de robôs ultrarresistentes e dotados de inteligência artificial (sim, você já viu algo bem parecido antes em Robocop). Porém o criador destes modelos, o brilhante cientista Deon (Dev Patel, de Quem quer ser um milionário?), sonha em embutir emoções nos robôs – mais que inteligência, uma espécie de “consciência” artificial. Porém, sua chefe (Sigourney Weaver, de Avatar) desaprova a ideia enfaticamente. Persistente e contrariado com a decisão superior, Deon decide então roubar um modelo defeituoso e fazer suas experiências nele.

O resultado é a criação de Chappie (interpretado por captura de movimentos e dublado por Sharlto Copley, de Malévola), um robô capaz de pensar e aprender por conta própria. Mas Chappie é roubado por um grupo de marginais que quer assaltar um banco. Vincent (Hugh Jackman, o Wolverine), um engenheiro rival de Deon que não teve seu robô escolhido pelo governo, decide sabotar as experiências do colega, colocando assim a segurança do país e o futuro de Chappie em risco.

chappie-action-xlarge

Ao longo do filme, Chappie vai adquirindo cada vez mais consciência, apesar de não saber exatamente quem seja ou que papel deva cumprir em sua existência. Afinal de contas, como um robô, ainda mais dotado de consciência, pode encontrar seu espaço numa sociedade em que as indústrias não existem mais e a vida humana tem apenas valores efêmeros e descartáveis? O paradoxo que se estabelece claramente é que Chappie é um robô aprendendo a ser “humano” em meio à bandidagem, em um mundo cada vez com menos humanidade.

O elenco está OK, sem grandes relevâncias a destacar. Hugh Jackman faz um vilão cafona, que parece sempre estar vestido como se fosse para um safári africano. Sigourney Weaver não compromete em um papel pequeno como diretora da fábrica de robôs e chefe do cientista Deon. Já os integrantes do grupo musical sul-africano Die Antwoord mostram que como atores podem ser rappers muito bons, e não agradam muito – apesar de seu figurino realçar bem o aspecto bizarro da sociedade marginalizada em que vivem.

chappie02

O filme conta ainda com mais uma boa trilha sonora composta por Hans Zimmer, que busca referências muito legais nos anos 80 e 90. Como resultado final, temos em Chappie um filme irregular, que agrada por sua estética diferenciada e ritmo ágil. Mas também fica extremamente bagunçado com a profusão de elementos em cena, todos eles com potencial para serem desenvolvidos com mais apuro e atenção. E ao contrário dos dois filmes anteriores de Blomkamp (Distrito 9 e Elysium), Chappie vem decepcionando nas bilheterias mundiais: sua produção custou cerca de 50 milhões de dólares e por enquanto o faturamento mal passa dos US$ 80 milhões – os anteriores superaram os 200 milhões de dólares nas bilheterias mundiais.


 

Veja abaixo 3 trailers e 2 clipes oficiais de “Chappie”, todos legendados em português:

 

TRAILER LEGENDADO #3

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=eXIGpyia3Kk&w=560&h=315]


TRAILER LEGENDADO #2

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=3YJdyU7S_cA&w=560&h=315]


TRAILER LEGENDADO #1

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=kxO4tUF9vN4&w=560&h=315]


CLIPE – A PRIMEIRA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=kBWAo0umQ6k]


CLIPE – ÍCONES DA FICÇÃO CIENTÍFICA

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=NPpTt3OHY0g]

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário