CAPITÃO AMÉRICA: GUERRA CIVIL – Tudo sobre a batalha de super-heróis da Marvel

GUERRA CIVIL“Capitão América: Guerra Civil” pode muito bem ser considerado uma espécie de Vingadores 2.5, pois faz uma espécie de “transição” entre o segundo filme dos Vingadores (“Era de Ultron”, exibido em 2015) com os filmes 3 e 4, que serão exibidos somente em 2018 e 2019 e serão baseados em outra saga de sucesso nos quadrinhos da Marvel, a “Guerra Infinita”.

Mas precisava mesmo ter reunido em elenco tão gigantesco de super-heróis no mesmo filme? Talvez seja a produção que reúna a maior quantidade de personagens do gênero na história do cinema. Acontece que o roteiro deste terceiro filme do Capitão América é baseado em uma saga de sucesso nos quadrinhos da Marvel – a chamada Guerra Civil – que divide os heróis da editora em dois grandes “times”, a ponto deles se tornarem inimigos, serem caçados e se enfrentarem.

A Marvel Studios já informou que a estória começa onde “Vingadores 2 – Era de Ultron” parou, com Steve Rogers liderando a nova equipe dos Vingadores em seus esforços para proteger a humanidade. O longa deve marcar o início do desenvolvimento da chamada “Fase 3” do universo cinematográfico da Marvel nos cinemas, que deve se esticar justamente até os dois filmes da “Guerra Infinita“, em 2018 e 2019.

A sinopse oficial do filme conta que depois que outro incidente internacional envolvendo os Vingadores causa danos colaterais graves (como a morte de muitos cidadãos inocentes), o aumento da pressão política resulta na instalação de um sistema de responsabilidade e um conselho governamental para determinar quando solicitar os serviços da equipe de super-heróis. Essa nova realidade divide nossos heróis enquanto eles tentam proteger o mundo de um novo e nefasto vilão que surge em meio a essa discussão toda.


A TRAMA DE GUERRA CIVIL NOS QUADRINHOS


Na trama criada por Mark Millar e desenhada por Steve McNiven, publicada nos quadrinhos entre os anos de 2006 e 2007 nos EUA, um evento catastrófico gera uma reação pública contra os super-heróis, a ponto dos políticos se aproveitarem da situação e criarem uma Lei de Registro, exigindo que os heróis se submetam à nova lei, registrando-se e assim revelando suas identidades secretas, colocando todos sob controle do governo.

Acontece que nem todos os super-heróis concordam com a tal Lei de Registro – uns se posicionam favoravelmente e outros são totalmente contrários – e é justamente esse antagonismo que dividirá os heróis em dois times conflitantes entre si – lembrem-se, por exemplo, do quebra-pau devastador entre Hulk e Homem de Ferro no segundo filme dos Vingadores.

Na trama que irá aos cinemas, a Lei de Registro dos quadrinhos deve ser substituída pelos chamados “Acordos de Sokóvia”. O documento (que aparece sendo apresentado pelo General Ross no teaser trailer oficial do filme, mais abaixo) registra o compromisso dos heróis em seguir as ordens das Nações Unidas, ao invés de agir por conta própria.

A própria Marvel revela estas informações na edição especial em Blu-ray dos filmes da Fase 2. O material traz uma página dos acordos, mostrando ainda o campo de assinatura dos Vingadores. A partir dele, Steve Rogers (Chris Evans), o Capitão América, e Tony Stark (Robert Downey Jr.), o Homem de Ferro, vão se desentender, pois cada um defende um lado da moeda. Rogers não confia no governo, enquanto Stark acha que o melhor é seguir as ordens e ser regularizado.

GUERRA CIVILO documento “Acordos de Sokóvia” (ao lado) diz o seguinte: “De acordo com o documento em suas mãos, certifico que os participantes abaixo mencionados, pessoal e individualmente, deixam de poder operar livremente ou de forma não regulamentada, mas sim sob as regras, decretos e governanças das Nações Unidas para o acima mencionado, atuando somente quando e se a ONU considerar adequado e/ou necessário“. Há espaços para assinar o documento, identificados como “Os Vingadores”: Clint Barton (Gavião Arqueiro), Wanda Maximoff (Feiticeira Escarlate), James Rhodes (Máquina de Combate), Steve Rogers (Capitão América), Natasha Romanoff (Viúva Negra), Anthony Stark (Homem de Ferro), Visão e Sam Wilson (Falcão).

Veja o que o ator Robert Downey Jr. afirmou sobre o rótulo de antagonista em Capitão América 3 – Guerra Civil: “Isso não me incomoda em nada. Eu sempre pensei que Tony Stark é quase como um antagonista de si mesmo em sua própria história, então isso não é um problema. Esse cara entende de problemas porque ele é o problema. E ele tem uma tendência a criá-los também”.


ATENÇÃO: POSSÍVEIS SPOILERS !!


Segundo fontes da internet, o que vai provocar um racha entre os super-heróis será uma fatalidade que ocorrerá em um conflito da equipe dos Vingadores contra o vilão Ossos Cruzados (Frank Grillo). Para proteger os civis ao redor, o Capitão América pedirá que a Feiticeira Escarlate levite o corpo do vilão acima do chão. Ao fazer isso, a heroína fica incapaz de conter uma explosão em massa causada por bombas no corpo de Ossos Cruzados, ocasionando a morte de várias pessoas e uma grande destruição – o que provocaria a exigência do registro dos heróis pelo governo. Porém, tudo indica que o principal vilão do filme será mesmo o Barão Zemo (Daniel Bruhl).


A DIVISÃO DOS SUPER-HERÓIS EM
GRUPOS OPOSTOS


O excêntrico milionário Tony Stark (Homem de Ferro) é um dos principais defensores da lei, apesar de ter sofrido um ataque à sua própria mansão em Homem de Ferro 3 justamente após ter sua identidade revelada. Porém, o fato de Stark ter muito envolvimento com políticos e militares colabora para esse seu posicionamento favorável ao governo.

Rumores até aqui (29/08/2015) indicam que os “seguidores” de Stark devam ser: o amigo James Rhodes (Máquina de Combate), o andróide Visão (nada mais natural, pois o personagem deriva do fiel computador Jarvis), o Pantera Negra e o General Ross, que pode testar em si mesmo os efeitos dos raios gama e se transformar no Hulk Vermelho no filme (trate essa informação por enquanto apenas como boato).

Já para os contrários à lei, o registro significa colocar em risco a vida não só dos super-heróis, mas de seus familiares e amigos. Steve Rogers (Capitão América), fiel às suas convicções em defesa da liberdade civil, novamente se posicionará em atitude rebelde contra o governo, como já fez ao posicionar-se contra a Shield em Capitão América 2. Os rumores indicam que devem pensar como Rogers e ficar ao seu lado no filme: o amigo Sam Wilson (Falcão), Sharon Carter (a Agente 13 da Shield, de Capitão América 2), o Gavião Arqueiro, a Feiticeira Escarlate e o Soldado Invernal.

GUERRA CIVIL

Três personagens, no entanto, ainda não tiveram seu destino “oficializado” pela Marvel: a Viúva Negra, o Homem-Formiga e o Homem-Aranha. A primeira causa dúvidas porque esteve envolvida nos filmes anteriores da Marvel tanto com Tony Stark (em Homem de Ferro 2, principalmente) quanto com Steve Rogers (notadamente em Capitão América 2), e além disso a própria personalidade dúbia e misteriosa da personagem interpretada por Scarlet Johansson torna indefinido o lado que ela defenderá nessa batalha.

Os rumores da internet indicam que o minúsculo super-herói ficará no time de Steve Rogers (devido principalmente à cena pós-créditos do próprio filme-solo do Homem-Formiga). E a indefinição é ainda maior no caso do teioso: por temer ter sua identidade revelada, por tendência o Homem-Aranha deveria se juntar ao time liderado pelo Capitão América, mas há muitos websites nerds que estão apostando todas as fichas que o aracnídeo fará parte do time de Tony Stark.


O NOVO HOMEM-ARANHA
ENTRANDO NO UNIVERSO MARVEL


Após uma extensa disputa que envolveu outros jovens atores como ele, Tom Holland, de apenas 19 anos de idade, foi o escolhido pela Marvel para ser o próximo Homem-Aranha no cinema. Seu personagem de maior destaque até aqui foi interpretar o filho de Naomi WattsEwan McGregor no filme O Impossível (2012), em que uma família enfrenta o tsunami na Tailândia, em 2004.

A escolha de Holland é decisiva para devolver a credibilidade ao personagem, em função da falta de aceitação dos dois filmes mais recentes produzidos pela Sony Pictures que tiveram o ator Andrew Garfield como Homem-Aranha. Os filmes “Espetacular Homem-Aranha” de 2012 e a continuação de 2014 (ambos dirigidos por Marc Webb) não tiveram o retorno financeiro esperado, e a Sony resolveu ceder às pressões da Marvel para fazer uma parceria e dividir a produção e os lucros dos personagens em conjunto entre os dois estúdios nos próximos anos.

Assim, a Marvel garantiu a inclusão do cabeça-de-teia em seu universo de personagens, e auxiliará a Sony a produzir os próximos filmes-solo do Homem-Aranha – o primeiro vai estrear em 2017 e por enquanto tem o subtítulo provisório “Homem Aranha – o novo Vingador”, com diretor já definido: Jon Watts, responsável pelo recente Cop Car, filme de suspense estrelado por Kevin Bacon e que tem recebido boas críticas da imprensa especializada em cinema.

GUERRA CIVIL

Porém, o acordo estabelecido entre Sony e Marvel estabelece também que o personagem deverá ser visto primeiramente em Capitão América 3, o que foi uma conquista fundamental para a Marvel, já que o Homem-Aranha é um dos elementos principais da saga “Guerra Civil” dos quadrinhos. Depois disso, o aracnídeo deverá participar também dos filmes 3 e 4 dos Vingadores.

A escolha pela Marvel de um ator jovem como Tom Holland para o papel confirma rumores anteriores que indicavam que o novo Peter Parker dos cinemas será mais jovem e estará ainda nos tempos de escola, como ocorria em suas estórias mais icônicas nos quadrinhos. A Marvel sabe o quanto o herói aracnídeo é adorado pelos fãs e certamente vai cuidar para não deixar mais que o futuro do personagem nos cinemas escape de suas mãos.


FICHA TÉCNICA
Capitão América 3 – Guerra Civil


Estréia em 28 de abril de 2016

 

DIRETORES

GUERRA CIVIL
Anthony e Joe Russo, diretores de Capitão América 2 – O Soldado Invernal, e já confirmados para Vingadores – Guerra Infinita I e II, em 2018 e 2019

 

PRODUTORES PRINCIPAIS

GUERRA CIVIL
Kevin Feige (na foto, presidente da Marvel Studios), Mitchell Bell, Christoph Fisser, Henning Molfenter e Charlie Woebcken

 

MÚSICA

Henry Jackman, compositor da Trilha Sonora de Capitão América 2 – O Soldado Invernal, entre diversos outros filmes

 

FOTOGRAFIA

Trent Opaloch, que entre outros filmes, fez a cinematografia de Capitão América 2 – O Soldado Invernal, além de Elysium e Distrito 9

 

DESENHO DE PRODUÇÃO

Owen Paterson

 

FIGURINO

Judianna Makovsky, profissional de cinema desde 1987, responsável pelo figurino de filmes como Capitão América 2 – O Soldado Invernal, O Último Mestre do Ar, X-Men 3, entre outros

 


ELENCO e PERSONAGENS PRINCIPAIS


CAPITÃO AMÉRICA: GUERRA CIVIL

TIME DO CAPITÃO AMÉRICA


CHRIS EVANS
 (Steve Rogers / Capitão América)

SEBASTIAN STAN (Bucky Barnes / Soldado Invernal)

ANTHONY MACKIE (Sam Wilson / Falcão)

JEREMY RENNER (Clint Barton / Gavião Arqueiro)

ELIZABETH OLSEN (Wanda Maximoff / Feiticeira Escarlate)

EMILY VANCAMP (Sharon Carter / Agente 13)

 

 


CAPITÃO AMÉRICA: GUERRA CIVIL

TIME DO HOMEM DE FERRO


ROBERT DOWNEY JR.
(Tony Stark / Homem de Ferro)

DON CHEADLE (James Rhodes / Máquina de Combate)

SCARLET JOHANSSON (Natasha Romanoff / Viúva Negra)

PAUL BETTANY (o androide Visão)

CHADWICK BOSEMAN (T’Challa / Pantera Negra)

WILLIAM HURT (General Ross), inimigo tradicional do Hulk

 

 


INDEFINIDOS


PAUL RUDD
 (Scott Lang / Homem Formiga)

TOM HOLLAND (Peter Parker / Homem-Aranha)

 

OUTROS PERSONAGENS


DANIEL BRUHL
 (Barão Zemo)

FRANK GRILLO (Ossos Cruzados)

MARTIN FREEMAN (papel ainda não anunciado)

SAMUEL L. JACKSON (Nick Fury)

COBIE SMULDERS (Maria Hill)

STAN LEE como ele mesmo

 


TRAILER OFICIAL DO FILME


 

CAPITÃO AMÉRICA: GUERRA CIVIL
TEASER TRAILER OFICIAL LEGENDADO (NOV/2015)

 

 

Redes Sociais
Facebook
Instagram
Twitter
YouTube
Pinterest
LinkedIn
assine nossa newsletter
inscreva-se em nosso feed RSS

Deixe seu comentário